São Paulo, 15 de Novembro de 2018
busca
ÍnicioAssocie-seBuscaAtendimento
 
 
 

 

 



"SEMINÁRIO PORTO ALEGRE -RS"

Seminário discute diversidade, inovação e trabalho

9 Outubro 2018

A Unimed Federação/RS através do Comitê Estadual de Gestão de Pessoas realizou na segunda-feira, 8 de outubro, o 2º Seminário Estadual de Gestão de Pessoas, quando reuniu profissionais da área de várias Singulares do Estado. O evento teve como objetivo discutir as novas estratégias que auxiliem as lideranças no desenvolvimento de gestão de pessoas e do negócio, visando a sustentabilidade e inovação. Durante o dia, o Seminário esteve voltado para temas como diversidade, inovação e reforma trabalhista.

O diretor Administrativo da Unimed Federação/RS, Valter Heinz, reforçou a importância do tema diversidade e inclusão dentro das organizações. “Fico muito satisfeito de ver a representação de todas as Singulares do Estado, debatendo temas, buscando inclusão, tornar os espaços mais democráticos. É um grande papel que desempenhamos, de aproximar nossas Singulares, de oportunizar caminhos do que vem acontecendo no mercado”, destacou.

O coordenador do Comitê e gerente de Gestão de Pessoas da Unimed Federação/RS, Rodrigo Lima, falou que o evento é uma oportunidade para apontar estratégias de como fortalecer o que é necessário para o Sistema Unimed-RS. “O que podemos montar, fazer, para assumir patamares diferentes”, pontuou.

Diversidade

Um dos primeiros assuntos debatidos pela manhã foi sobre diversidade. O tema foi abordado pelos representantes do Pride Connection – grupo de profissionais de empresas renomadas do Brasil que discutem estratégias para disseminar as políticas de inclusão e diversidade nas organizações.  Sidnei Cordeiro Hoffschneider, Matheus Felipe e Gisele Oliveira apresentaram dados do país e promoveram uma reflexão sobre o assunto. O debate foi mediado pelo analista Luciano Oliveira.

Para Matheus Felipe, o tema vem sendo debatido no Brasil e as empresas estão se inspirando em outras de fora. O profissional ressaltou que é preciso entender de que forma a demografia está sendo representada dentro das empresas. “Falar do tema é mostrar aos gestores a importância de ter diversidade dentro de sua equipe e como isso é estratégico. Nosso maior desafio é como as empresas trabalham a questão do respeito as diferenças e como isso está na sua comunicação estratégica”, argumentou.

Sidnei Cordeiro disse, também, que o assunto é de sua importância, mas as empresas não sabem como direcionar, começar. “Primeiro passo é entender. É um tema que veio para ficar e quem se movimentar o quanto antes vai se destacar no amanhã. É estratégico para o negócio”, assinalou.

Inovação

Outro debate esteve voltado para ‘Inovação Disruptiva’, abordado por Arthur Igreja. O convidado apresentou sobre tendências, velocidade e digitalização dos negócios – como isso impacta a gestão de pessoas. “A velocidade da transformação com foco nas pessoas. É uma área que tem desafios gigantescos. Todo negócio é gerado por uma demanda de uma pessoa”, declarou. Arthur Igreja afirmou, também, que as relações ficaram cada vez menos humanas e o Gestão de Pessoas deve ser estratégico.  O gerente Rodrigo Lima fez a intermediação do tema discutido.

No período da tarde, a abertura foi realizada pelo vice-presidente de Integração e Relações Estaduais, Jorge Antônio Martines, que frisou a importância do Comitê Estadual de Gestão de Pessoas para todos os demais comitês.

Logo após, a colaboradora do setor de Gestão de Mudanças do Desenvolvimento Humano e Organizacional da Sodexo, Fernanda Weschenfelder, apresentou cases sobre as novas tendências de RH. Segundo a profissional, os cases tratam-se se uma pesquisa realizada pela empresa para entender essas novidades do mercado e que ações podem ser feitas para estimular o cumprimento dessas tendências. “Como o RH vai fazer essa transformação da empresa para conseguir comprar essa mudança de mercado. Estamos em constante mudança e como trabalhar essa mudança de uma forma sutil que o colaborador entenda o papel da transformação e que perceba a necessidade de mudar”, enfatizou. O painel teve mediação da analista Danielle Zatt.

Reforma Trabalhista

O Seminário encerrou com uma palestra sobre “Reforma Trabalhista”, proferida por José Roberto Silvestre. O advogado entende que o maior desafio hoje para as empresas é a interpretação e as ações de burocratização que precisarão ser tomadas a partir de agora. “O primeiro passo é realmente conhecer as diferenças que passaram a existir desde 11 de novembro de 2017. É imprescindível situar-se dentro dessa realidade e saber que hoje temos a tendência do Supremo Tribunal Federal (STF) ser a favor da reforma”, observou José Roberto. A assessora Jurídica da Federação, Neida Marina de Silveira Lima mediou a discussão.

O presidente da Unimed Federação/RS, Nilson Luiz May encerrou o Seminário mencionando a importância das pessoas. Ele citou, ainda, exemplos importantes para promover uma aproximação dos colaboradores para entender melhor suas necessidades.

 
 
 
 

 

Sindicato Nacional das Cooperativas de Serviços Médicos
Alameda Santos,1.827 – 10° Andar – Cerqueira Cesar –São Paulo – CEP: 01419-000.
Telefone: 3265-4573 /3265-4572 FAX :3265-4571